Atalhos de Campo


1.11.16

bruxedo



*Esta casa cheira a alho
 aqui mora um espantalho
 esta casa cheira a unto
 aqui mora um defunto*

 nesta casa cheira a bolos
 mas aqui só moram tolos
 nesta casa nada medra
 porque aqui só comem pedra

8 comentários:

  1. tempos idos, em Coimbra, esta cantoria fazia parte desta época. ninguém se vestia de fantasma, mas andava-se com uma caixa de sapatos com uma cara esculpida a golpes de tesoura. a vela por dentro, acrescentava o ar sinistro.
    bom feriado, Teresa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma espécie de dois em um: o halloween sem a abóbora, e o pão por Deus, do dia de finados. Eu também vivi relativamente perto de Coimbra, na Mealhada, e era tal e qual, juntando ao conjunto a cara mascarrada.

      Bom resto de feriado, Mia.

      Eliminar
  2. Que giro, não conhecia. Por aqui é "Tia dá bolinho?"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda me lembro dos grupos de miúdos meio envergonhados, a tocarem às campainhas na expectativa de um doce. Aposto que essa tia daí lhes dá bolinhos. :) Se fosse recusado ou não gostassem, era da tradição citarem uma quadra de reclamação; mas também havia quadras de aclamação.

      Beijinho, GM.

      Eliminar