Atalhos de Campo


8.10.16

The Queen is Dead # repost 19

Quando perguntaram a Morrissey, ex-vocalista do grupo The Smiths, que memórias guardava de Portugal há oito anos, ele respondeu na entrevista a Mário Rui Vieira, do Expresso/Atual: Não vai gostar do que vou dizer, mas a minha única recordação é horrível. Estávamos no Porto e vimos um borrego esfolado na janela de um restaurante. Ficámos em choque pelo menos durante quarenta minutos. Penso que nunca vi nada tão horripilante. E era para atrair as pessoas para o restaurante! Foi como ver uma criança esfolada.

Compreendo o que diz Morrissey, é horrível e digno da Idade Média, e ainda sinto mais isso agora que convivo com estes animais diariamente. As ovelhas que estão na pastagem, e que eram borregas no ano passado, ainda me reconhecem, porque se lembram da minha voz quando as recolhia e lhes dava um suplemento de ração no Inverno. Já me aconteceu ir a uma frutaria de bairro, onde era cliente habitual em Lisboa, e oferecerem-me - saído debaixo do balcão - um cabrito esfolado, com a maior naturalidade. É claro que nunca mais lá voltei.

E continua:(...) No início deste ano, foi divulgado que o príncipe William disparou contra 78 pássaros, portanto, como pode ver, aqueles de nós que não matam têm uma batalha em mãos. O príncipe William, claro, é um idiota. Penso que isso é do conhecimento geral.

Eu também acho que a rainha morreu.

Publicado a 7/10/2014

4 comentários:

  1. Em pequena vi a minha avó a matar um coelho. Lembro-me de chorar imenso e ter ficado profundamente triste com ela. Coelhos que eu cuidava diariamente. Custou-me imenso aceitar aquilo tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comigo também se passou uma cena chocante. Certa vez a minha mãe foi comprar um coelho na mercearia de onde gastava; os coelhos estavam vivos em gaiolas e a minha mãe escolheu um; o empregado que a atendeu deu-lhe, à nossa frente, uma cacetada atrás das orelhas e atirou-o para o fundo da loja... voltou a fazer o mesmo para o cliente seguinte. Até hoje tenho essa horrível imagem bem presente.

      Suponho que no teu caso deve ter sido ainda mais violento por se ter passado com a tua avó, que certamente adoravas, e com um coelho com o qual tinhas uma relação afectiva. Ninguém supõe o traumatismo que isso pode ser para uma criança.

      Beijinho, Quarto Andar.

      Eliminar
  2. crianças esfoladas nã são iguais a borregos... mentalidade muito curta essa de nã gostarem de ver animais esfolados... mas se calhar tem um casaquito de couro (ou vários) lá no armário...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu nã faço questão de ir verificar isso, mas ele parece-me coerente, tanto quanto é possível ser-se (nunca lhe vi casacos de couro; já sapatos...); em relação ao esfolado devo dizer-te que considero essa, de apresentarem um animal esfolado na montra de um restaurante, pode chocar muita gente sensível e com uma cultura diferente da nossa. Não me esqueço do mercado de carne de cão na China, com cachorros esfolados pendurados à venda... A comparação com uma criança parece-me exagerada; no entanto só ouvindo o choro de um borrego e a sua angústia quando perde a mãe de vista, se percebe que ele é aflitivamente igual ao de uma criança.

      Eliminar