Atalhos de Campo


19.9.16

twilight zone

Um dos borregos recém-nascidos morreu hoje traumatizado por uma das divisórias do parque que tombou sobre ele, pouco tempo depois de o ter tido ao meu colo. A ovelha estava tranquilamente deitada com a cria morta ao lado, como se esta estivesse apenas a dormir. No entanto, a partir do momento em que lhe foi retirada, começou a balir aflita, e assim continuou, durante várias horas.      

4 comentários:

  1. Sempre pensei que os animais tivessem o instinto da morte, ou seja, que se apercebessem dela, mal ela chegasse. Sobretudo a uma cria.
    Pobrezinha :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho algumas dúvidas sobre isso, pelas situações que tenho observado. Esta era uma ovelha primípara que rejeitou o borreguinho mal ele nasceu, afastando-o quando ele queria mamar. Ele baliu um dia inteiro com fome; tínhamos que a obrigar a dar de mamar. Foi colocada num espaço mais confinado na tentativa de que se afeiçoasse à presença da cria, o que na maior parte das vezes corre bem. Ontem à tarde fui dar com ele no corredor, deitado a olhar para a mãe através da cerca, que também estava deitada (suponho que para evitar que ele mamasse). Quando lhe peguei ao colo pensei que seria melhor alimentá-lo a biberon, mas voltei a colocá-lo com a mãe. Depois aconteceu aquilo; suponho que foi ela a fugir dele que derrubou a cerca. Provavelmente acabaria por aceitá-lo, pela reacção que teve a seguir. Triste.

      Eliminar
  2. Óóó! Provavelmente começou a balir porque já o tinha aceite não?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que sim, GM, aquela presença inerte, que nada lhe exigia...

      Eliminar