Atalhos de Campo


29.8.16

laços

O laço pessoal, a amizade individual, encontram-se unicamente em 
animais cuja agressividade intra-específica é muito desenvolvida. 
O laço é mesmo tanto mais forte quanto mais agressiva é a espécie; 
poucos peixes são mais agressivos que os ciclídeos, poucas aves são 
mais do que os gansos; e o mamífero cuja agressividade é proverbial, 
a bestia senza pace de Dante, o lobo, é o melhor e mais fiel dos amigos. 
(...)
Em todos os pontos, este laço é análogo às funções que em nós, homens, 
são solidárias com os sentimentos de amor e de amizade na sua forma 
mais pura e mais nobre.


Tudo o que acabei de dizer neste capítulo deveria pôr-nos seriamente 
de sobreaviso contra o estúpido orgulho mental de muitos de nós.

Konrad Lorenz 
A Agressão/ Uma História Natural do Mal

4 comentários:

  1. Respostas
    1. se não consta é porque é bonzinho... o que para o caso nã me parece lá grande coisa. :)
      (Sr. Mau-tempo, perdoe-me a ousadia, ainda tem coriscos? Pode ser um com o café, por favor)

      Eliminar
  2. Quando era miúda chamavam-me "cocas" sim, o sapo :)) E os sapos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por causa dos saltos acrobáticos da Nadia Comaneci? E se fôssemos dar um passeio de bicicleta? Eu levo a minha pasteleira (aqui, na planície alentejana... :))

      Eliminar