Atalhos de Campo


17.6.16

o ovo, o prato, e a mesa

o que mais me fascina já não é o brilho do ovo, ou 
a desigualdade de refrigência entre as suas partes;
aquilo que me prende definitivamente a atenção é
o que a sombra do prato de vidro consegue fazer à
mesa

2 comentários:

  1. Quando vi a primeira imagem pensei que fosse uma pintura.
    Que fotografias absolutamente belas!
    As transparências são intrigantes na forma de repartirem a luz. Está lindo o teu ensaio, Teresa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, parece uma pintura hiper-realista (que sempre me fascinou, de resto).
      As superfícies também funcionam como espelho, é um tema que se pode a explorar.
      Eu gostei muito de fazer isto, e depois de já ter a série de fotografias continuei a descobrir-lhes reflexos, sombras, luz.
      É claro que só foi possível pela frescura do ovo, posto no dia anterior. :)

      Eliminar