Atalhos de Campo


6.6.16

O gato do campo























E ali, mesmo à saída do ovil, Girassol dormia a sesta, deitado no carro(de mão), 
sobre um colchão de luzerna perfumada. Mal deu conta da minha presença, apenas 
se mexeu ligeiramente para se acomodar melhor, voltando a pegar no mesmo sonho. 
Em termos de felicidade o gato do campo assemelha-se bastante ao rato do campo, 
e também ao homem. Compreendi-o e evitei despertá-lo, deixando-o entregue ao 
silêncio morno do leito improvisado, povoado apenas por pequenos seres alados, 
suspensos na poeira do sono.
























9 comentários:

  1. das imagens mais serenas, ver um gato dormir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... ou um cão. Há um quadro de Dali que me deixou maravilhada a primeira vez que o vi( e nas seguintes), de uma criança nua que segura um búzio na mão esquerda e com a direita levanta uma ponta do mar, onde está um cão serenamente a dormir. Adoro esse quadro, é de uma tranquilidade absoluta.

      Eliminar
  2. que imagem tão calma, Teresa.
    fico assim quando vejo as minhas gatas dormir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e o quanto eu precisava também de uma almofada de luzerna... deve ser hipnótica. :)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Os gatos são muito imaginativos na escolha das camas. :)

      Eliminar