Atalhos de Campo


5.4.16

tresmalhada























 Que nome tem a tristeza numa ovelha solitária?

Pablo Neruda/ O Livro das Perguntas

6 comentários:

  1. Mais logo, não sei. Por agora, digo. Inquietação ovina de forte balir, aquando do processamento dessa informação.

    From M(rs.) Marple the younger:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Esta casa é o lugar da solidão, apesar de dar para uma rua, para uma praça, para um tanque muito velho, para o grupo escolar da vila. Quando o tanque está gelado, há crianças que vêm patinar e que me impedem de trabalhar. Deixo-as em paz. Vigio-as. Todas as mulheres que tiveram filhos vigiam estas crianças desobedientes, loucas, como todas as crianças. Mas que medo, cada vez pior. E que amor."

      Marguerite Duras/ Escrever

      Compreendo a hesitação... é isso mesmo: forte balir.
      Well done, young(er) lady!

      Eliminar
  2. Não te sei responder, querida Teresa. Mas cada vez me sinto mais assim (e isso não é mau de todo).

    Um beijinho cheio de saudades :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que a resposta é Solidão, mas isso não é mau, tenho a certeza, [e Pablo Neruda seria convicto, se precisasse:)]

      "Não encontramos a solidão, fazêmo-la. A solidão faz-se só. Eu fi-la. Porque decidi que era aqui que deveria estar só, que estaria só para escrever livros. Passou-se assim. Estive só nesta casa. Fechei-me aqui - também tive medo, evidentemente. E depois amei-a. Esta casa tornou-se a da escrita. Os meus livros saem desta casa. Desta luz também, do parque. Precisei de vinte anos para escrever isto que acabo de dizer."

      Marguerite Duras/ Escrever

      Acho que também ela teria saudades:)


      Eliminar
  3. Tresmalhada é o termo certo. Tambem me sinto assim por vezes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Muitas vezes, com o fim do trabalho, vem-nos a lembrança da maior injustiça. Falo do quotidiano da vida. Não é de manhã, é ao fim da tarde que isto chega até dentro das casas, até nós. E se não somos assim, então não somos nada. Somos: nada. E sempre, em todos os casos de todas as vilas, isso sabe-se."

      Marguerite Duras/ escrever

      Tresmalhos também podem ser encontros. :)

      Eliminar