Atalhos de Campo


31.3.16

exoterismo vs. esoterismo

é mais fácil fazer um ficheiro clínico 
do que um grupo de seguidores

6 comentários:

  1. Substituía o 'clínico' por outro tipo de ficheiro e acho precisamente o mesmo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)))
      Deveria ter deixado um espaço em branco, marcado a tracejado...
      Tens razão, Ava, isto já é doença profissional, mas aceitam-se sugestões.
      Bem lembrado!

      Eliminar
  2. Sim, é mais fácil e ainda bem que assim é. Hoje em dia e desde há já algum tempo que as pessoas se interrogam, não lhes basta seguir, cumprir um conjunto de regras irrefutáveis que os cristaliza e torna preguiçosos. Seja numa religião ou num grupo espiritual ritualizado, o espírito de seita instala-se e o exoterismo enleva-se. Ora, não se pode ficar à porta das regras, é preciso entrar, compreender, interiorizar, e vivenciar a transmissão de matriz alegórica. Poucos são os que sabem transmitir. Outros como por exemplo o Mikhael Aivanhov dedicaram-se e dedicam-se estoicamente, fundando, escrevendo, tentando explicar o sentido e o funcionamento da vida. Também uma religião ou um grupo não podem constituir um fim em si mesmo, mas um meio com vista ao alcance do bem. É preciso palmilhar, espreitar, conhecer sem medo, os caminhos esotéricos. Pela minha parte, não me "alisto", nem me deixo aprisionar. Mas o bom e valoroso, guardo, aprendo e agradeço.

    Por caminhos esotéricos
    Com um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que expressas e expressas muito bem, sendo uma mais-valia ao que está escrito, e uma opinião, a tua, que para mim é importante, faz parte de uma outra esfera, ou se quiseres, de um outro nível. A frase que escrevi é uma ironia a este aspecto que eu talvez não leve demasiado a sério, isto de ter seguidores. Para mim ser seguidor é tanto concordar como discordar, porque é sobretudo estar interessado. Eu não quero ter esse papel de orientadora de ninguém, e por isso fico perplexa quando penso que um sítio fixo, com uma morada, pode ter rapidamente mais adesão do que uma sítio virtual e descartável. É claro que só visito várias vezes blogues que me agradam, que considero terem boas mensagens, idoneidade, qualidade, mas não confundo simpatia com partidarismo. Haverá sem duvida blogues que têm como fim a condução de pessoas, mas não é certamente este. Para mim será sempre uma espécie de diário aberto para quem queira conversar comigo de modo informal. Fico, no entanto, muito feliz pela excepção das pessoas que aqui vêm e comentam.

      Por atalhos
      Com elevada consideração :)

      Eliminar
  3. Obrigada.
    E assim, é bom. De um modo livre e informal, mas consciente.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que te agradeço muito por tudo o que aqui já deixaste escrito, abrilhantando o blogue.
      Gosto tanto das tuas opiniões e da tua alegria.

      Um grande beijinho para ti, Madalena.

      Eliminar