Atalhos de Campo


11.1.16

Testamento

é tempo de simulares a ressurreição

ergue-te da eternidade dos astros
escava nas veias três dias mortas
o sonho
e no fundo do espelho respira alegria
sobre o rosto escuro como um mingrólio
acende-te
na humidade sonolenta das mãos
finge a vida
mesmo que permaneças morto
bebe
a perene memória das imagens

levanta-te de mim lázaro
como se fosses água ainda turva
sublima-te com o delicado fulgor da respiração
e não regresses mais à desolação da terra
nem ao contínuo movimento falso
do coração

Al Berto/ Lázaro 



(...)
This way or no way
You know I'll be free
Just like that bluebird
Now, ain't that just like me?
(...)

David Bowie/ Lazarus

2 comentários:

  1. Respostas
    1. "Dust to dust"

      é impressionante este testemunho, esta despedida despojada, lúcida

      Beijo, Maria.

      Eliminar