Atalhos de Campo


20.1.16

flor de eu calipto













































































10 comentários:

  1. é tão bonita. uma anémona do ar :)

    (todas as flores de hoje, eu ofereço à querida mana, Miss Smile, que se pôs em fuga com Hilário, o charmoso do alentejo, mas há-de voltar, que eu já pedi ajuda ao SIS...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Smilenska, duvido...ninguém a apanha.:)
      Fiquei com muita pena, imaginava-a uma velhinha bondosa e solitária, dizia sempre "aquela senhora velhota é diferente de toda a gente, é muito querida, muito boa pessoa"...e ainda agora tinha dificuldade em a tratar por tu, por causa disso.:) Inventamos bonecos e a nossa imagem cola-se a eles. Acho que ela merece todas as flores e borboletas do mundo, vai fazer falta a muita gente. O Manuel Hilário já morreu. Inventei-o para poder brincar com o lado sério da Miss Smile.
      Um abraço, querida flor de eucalipto.

      Eliminar
  2. ...eu calipto?! Teresa, bem podias era vender aos molhos. É que estamos no Inverno, faz muito frio e é antigripal, e depois é depurativo e anto-séptico. Afasta qualquer tipo de brigada de marretas, das tais de que falaste. Mezinhas e cataplasmas, tantas aplicações. Isto é melhor do que mirra e incenso, isto é ouro! E para qualquer caminhante que se preze, é sempre de dentro para fora é que vale!...

    Bolotas
    Madalena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu, pois, as flores são pequenos eus da enorme árvore. Ninguém repara nelas mas são maravilhosas, assim vistas de dentro, como bem percebeste. Vou guardar uma parte para nunca nos faltar nenhum cataplasma, quando estivermos mirra(das)...:)

      Castanhas
      Teresa

      Eliminar
  3. Acho que nunca tinha visto a flor do eucalipto... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...e são fotogénicas, só que têm a mania das alturas. :)

      Eliminar
  4. Só agora reparei. Desculpa, corrijo,...anti-séptico.

    Quanto ao cataplasma, prometo acondicioná-lo o melhor possível, só não sei, se será por tanto tempo assim.

    Bolotas em flor
    Madalena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ainda vai levar muito tempo... :)

      Castanhas piladas
      Teresa

      Eliminar
  5. mas afinal que aconteceu ao Hilário e à Smileska?

    ResponderEliminar
  6. Pergunta constrangedora :)
    A agente secreta russa Miss Smilenska, dizendo-se muito apaixonada pelo Manuel Hilário, um portuga vero, resolveu dar-lhe sumiço, e nem o SIS conseguiu ainda saber do seu paradeiro, mesmo com a cunha da flor. Pensa-se que estará em praia incerta, amordaçado e atado a uma barraca voltada para o mar, onde é obrigado a fixar a linha do horizonte de manhã à noite. Temo que ele desta vez não tenha conseguido resistir. A última vez que foram vistos dançavam uma música do Joe Dassin. :)

    ResponderEliminar