Atalhos de Campo


16.12.15

Soledad



Soledad
Antes que o sol se vá
Como um pássaro perdido
Também te direi adeus
Soledad, soledad
Também te direi a Deus

Terra
Terra morrendo de fome
Pedras secas, folhas bravas
Ai quem te pôs esse nome
Soledad, soledad
Sabia o que são palavras...
Antes que o sol se vá
Como um gesto de agonia
Cairás dos olhos meus 
Soledad

Indiazinha
Indiazinha tão sentada
Na cinza do chão deserta
Que pensas, não pensas nada
Soledad, soledad
Que a vida é toda secreta

Como estrela
Como estrela nestas cinzas
Antes que o sol se vá
Nem depois não virá Deus
Soledad, soledad
Nem depois não virá Deus
Pois só ele explicaria
A quem teu destino serve
Sem mágoa nem alegria
Um coração tão breve
Também te direi adeus
Soledad

Cecília Meireles/ Soledad

2 comentários:

  1. Que privilégio poder assistir a este ensaio! Lindo!
    Que tesouros maravilhosos vais pondo aqui, querida Teresa.

    Obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma pérola, para se ouvir pela noite fora...

      Obrigada eu, querida Miss Smile, por partilhares comigo esta maravilha.

      Eliminar