Atalhos de Campo


16.12.15

A doação

Do que peço ao teu corpo
ao menos dá-me o dobro

Do que te exija à alma
por junto me dês nada

David Mourão-Ferreira/ Contrato

2 comentários:

  1. Pediria mais com palavras menos belas.Da alma também.

    Beijos, Teresa, e uma boa noite. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como te compreendo, Maria, mas os contratos são tantas vezes assim...
      Beijos, Maria, e boa noite. :)

      Eliminar