Atalhos de Campo


2.10.15

web
























A distância não é obstáculo para se entrar em contacto - mas entrar em 
contacto não é obstáculo para se permanecer à distância.
Zygmunt Bauman/ Amor Líquido

6 comentários:

  1. Alô Alô
    Bem-vinda de volta...
    Um beijinho Teresa

    P.S. - Pronta para fotografar, por atalhos, a beleza de um Outono campestre? Fico aguardando ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "São belas as folhas dos plátanos
      quando caem, nas tardes de Novembro,
      contra o fundo de um céu desgrenhado e sangrento."
      António Gedeão

      Adoro a luz de Outono...
      vamos ver o que sai.

      Um beijinho, Té, e obrigada pela visita!

      Eliminar
  2. Teresa, nem mais, há que saber apreciar cada Estação...mês onze, meu mês :)

    ResponderEliminar
  3. Com a Web, o mundo pós-moderno tornou-se num só país. Essa rede que nos une e nos permite percorrer a rede de computadores de todo o mundo é, ao mesmo tempo, uma cerca de arame que nos separa. A globalização tanto divide como une. Com o mundo à distância de um clique, temos a possibilidade de escolher e seguir os grupos e pessoas com quem mais nos identificamos, escapando à “insuportável diferença entre as pessoas”. As relações tornam-se mais homogéneas, mas também mais líquidas e descartáveis, o que não é necessariamente positivo para o nosso desenvolvimento como indivíduos. Essa vasta rede que é a Web contém em si uma duplicidade. Ela une e separa. Ela é simultaneamente a cara e a coroa da mesma moeda e, embora estas não coincidam, acabam por ser a mesma coisa.
    Muito bom este seu post, Teresa. Uma combinação muito inteligente entre foto e pensamento.

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miss Smile, tocou no ponto fulcral, a rede que separa com a mesma facilidade com que une, e como rede que é em termos globais enreda e prende...

      Um beijinho :)

      Eliminar