Atalhos de Campo


25.10.15

parede de Outono


Vejo as vermelhas caudas do crepúsculo
e o verde fulgor do mar.
António Ramos Rosa/Entardecer

4 comentários:

  1. (...)
    "Assim me alongarei nas mãos da sombra imóvel
    com o fogo do silêncio e a melancolia das colinas,
    vivendo o instante de um dinamismo lento
    em que estar é ser seguro na igualdade."
    António Ramos Rosa

    Imponente e bela, esta cauda de crepúsculo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. " Em que lugar do mundo resplandece
      o fulgor
      do instante?"

      José Tolentino Mendonça

      Um beijinho, Miss Smile.

      Eliminar
  2. Passei por cá novamente só para me deslumbrar - mais uma vez - com este mural de outono. Com tanta visita espero ter deixado a flora intacta :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Promovida a mural ficou radiante, fulgurante, envaideceu-se e puxou o lustro ao sol, rodeada do seu séquito de abelhas e borboletas:)

      Eliminar