Atalhos de Campo


15.7.15

um bilhete de amor

Começo a rega já tarde. Sei que tenho que me apressar para conseguir regar tudo antes da noite. A lua desaparecida faz-me falta, faz falta no campo onde descreve um arco a imitar o sol, nascendo à noite no mesmo monte onde desponta a luz que acende a manhã. Vou enchendo o regador no lago e levando a água morna a todas as flores; vai ficando um rasto dos meus trajectos marcado na calçada molhada. Quando acabo, já quase não consigo distinguir os canteiros e os contornos do jardim; inspiro alfazema, glicínia, petúnia, loendro, lantana. Tenho os pés molhados e sujos de terra. Encaminho-me para a mangueira das traseiras para passar os pés por água antes de entrar em casa, e é então que dou com a imensa calota do céu inteiro sobre os meus ombros, Vénus que me fixa o olhar, sem pestanejar um segundo, sempre ali, no mesmo ponto onde no outro dia passava uma cegonha em voo rectilíneo de regresso ao ninho; a Ursa Maior e a Ursa Menor, papagaios de papel que escaparam das mãos de crianças num dia de vento, e se acendem todas as noites; Cassiopeia, uma fita métrica articulada de que Deus se esqueceu quando media o firmamento. Paro. Fico ali a pensar na mensagem que recebi esta manhã no telemóvel: A NASA chama-lhe "bilhete de amor": veja a imagem espantosa de Plutão enviada hoje pela sonda New Horizons; e na capacidade única que o Homem tem de se deslumbrar, e de amar o Universo.

4 comentários:

  1. Como todos os bilhetes de amor, leva uma infinidade de tempo a chegar com notícias :)
    Tão bonito o seu texto, Teresa. Quando olhar o céu, à noite, vou passar a ver papagaios de papel e uma fita métrica que ali ficou esquecida :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um fita métrica para medir anos-luz...:)

      Era uma vez um papagaio, que fugiu com a rosa dos ventos...
      Um beijinho, e uma noite feliz

      Eliminar
  2. Senti a carícia dessa a água morna da rega, como se me estivesse a salpicar os pés. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E pode ter a certeza, Luisa, é dos melhores momentos do dia.:)

      Eliminar