Atalhos de Campo


12.7.15

Toma.


17 comentários:

  1. Respostas
    1. G. de garganeira, como dizem por estes lados...não posso! Resolvi dividir o coração em quatro, dado o adiantado da hora.
      Assim deixo a aurícula direita à querida G., com sangue venoso, escuro, mas carregado de emoções.
      Um beijo, divirta-se, mas nada de excessos... :)

      Eliminar
  2. Bem, já que a flor é para a G., resta-me ficar a olhar para ela e a suspirar, mas não sem te dizer: que belíssima obra de arte! :-)
    Bom domingo às duas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)))

      (nada disso, Susana, eu é que fui lampeira e deitei-me à boleia da oferta :)

      Abraço às duas :)

      Eliminar
    2. Para a querida Susana, deixo a aurícula esquerda, com sangue na guelra, porque ainda tem que acabar de criar duas filhas lindas, e aturar o cheiro daquele refeitório, e as ementas, etc...
      Não suspire, como vê, ficou com a sua parte da flor, e com a arte, que é o mais importante :)
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Querida Teresa Borges do Canto,
    Cheguei tarde para reclamar a flor. Mas foi muito bem arrecadada. Uma bela flor para uma bela mulher. Bom dia a ambas.
    Beijos,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido Outro Ente,
      Nunca me atreveria a dar-lhe uma aurícula...,mas deixo-lhe o ventrículo esquerdo, arterial, a enviar beijos e ternura para a grande circulação, onde cabem leituras, cães, festas, obras na cozinha, almoços de arroz de pato com o chouriço da Té, e a sobremesa da Maria, ternuras e humores...
      Um beijo e faça bom uso. Gosto de si.

      Eliminar
  4. Eu já fico feliz por poder contemplar tão maravilhosa obra da natureza e testemunhar a generosidade ímpar da Teresa.

    Um beijinho e um bom domingo para todos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora nós, que gostamos de pequenas circulações, de limpar o pó ao sangue, de o arejar nos pulmões...
      Acho que vamos tomar um chazinho no ventrículo direito, e depois eu vou-me embora, e volto amanhã, à mesma hora.
      Toco duas vezes, à porta, na tricúspide, não se esqueça, querida Miss Smile. :)
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Chego ainda a tempo de partilhar dessa dádiva? Uma pétala, talvez. :)

    Bom restinho de Domingo a todos. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem pensar, Maria, ia lá ficar só com uma pétala! Não me esqueço que me levou todas as rosas no fim de Maio. Agora vou dividir as pétalas da zínia por si e pela Té, acho que é capaz de ainda dar uma florinha mais pequena a cada uma. E de resto acho que está no coração de todos nós.

      Beijinho :)

      Eliminar
  6. Fiquei muito contente com a escolha, querida Teresa. Ainda fui às Interntes (onde é que eu já ouvi isto?) pesquisar o que significava tricúspide, mas agora já estou mais descansada. Parece que é um local arejado, como eu gosto. Com sorte, ainda desfruto de uma bela vista. Mas o que mais agradou é que vou ter a sua companhia para um chazinho. E toque duas vezes, sim. Assim eu já sei que é a Teresa. As boas almas tocam sempre duas vezes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se é arejado, Miss Smile, é a porta que dá para a G. que mora no andar de cima...Aposto que ela também vai tocar duas vezes. Num coração nunca se toca só uma vez.
      Uma noite feliz :)

      Eliminar
  7. Teresa, ouvi chamar? :)
    Lindíssima!

    [ Se é por uma boa causa, que seja com tudo a que o arroz de pato tem direito! e isso inclui rodelas de chouriço. :) ]

    Uma boa noite de Domingo.
    Um beijinho, Teresa ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chamei sim, como teria ficado o arroz de pato do Outro Ente sem chouriço...muito oportuno!(terá ele feito coraçõezinhos com o chouriço?) Merece um bocadinho desta flor, até merecia o coração todo.
      Um beijinho, Té.

      Eliminar
  8. Não estivesse eu a ser atacada pelas Piratas de Alcochete e teria o tempo necessário para agradecer tamanha simpatia, Teresa.

    Obrigada, mesmo, mesmo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. G. tenho que seguir essa história, mas agora ainda vou jantar...aqui na fazenda é assim. Depois digo alguma coisa.
      Não tem nada que agradecer, gosto de a ver feliz.
      Depois dou notícias. Trate bem da pequena Cutxi :) com piratas ao barulho (que vendem luas fora da validade), é de esperar tudo!

      Eliminar