Atalhos de Campo


6.7.15

fim

Sabemos que quando se trata de sofrimento, e de luta pela vida, não há fim; há sim um trabalho interminável, esgotante, triste. Só na ficção e na morte é que há fim. 

2 comentários:

  1. Como, fim?! (não percebi...)

    por isso e dado o adiantado da hora ficam os desejos de uma boa semana e um abraço apertado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...influência das minhas releituras de Coetzee, um escritor maravilhoso; é só um "nano-fim", tipo sono :)

      Um abraço apertado também, e boa semana.
      Até amanhã.

      Eliminar