Atalhos de Campo


11.7.15

Amor nocturno



(...)
Meu amor,
amor de uma viagem nocturna
com as andorinhas,
iluminou-se o teu corpo na noite.
Iluminou-se com a palavra exacta
que muda os cavalos em rios,
os rios em aves,
as aves na tua boca.
Eugénio de Andrade/ Litania

Sem comentários:

Enviar um comentário