Atalhos de Campo


6.6.15

regar e pôr ao luar
























(...)
País pobrete e nada alegrete,
baú fechado com um aloquete,
que entre dois sudários não contém senão
a triste maçã do coração.
(...)
Alexandre O'Neill

4 comentários:

  1. Na sua quinta os manjericos crescem aos pares? :)

    Bom dia, Teresa. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. crescem aos pares
      e têm radares...

      Bom dia, Maria; isto é influência do O'Neill :)

      Eliminar
  2. Querida Teresa Borges do Canto,
    A prosear bonito, a versejar tão chique.
    Ao luar, vamo-nos rindo.
    (A sorte de os ter assim.)
    Boa noite,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rir ao luar é maravilhoso
      E já reguei o(s) manjerico(s).

      Uma noite feliz, Outro Ente.

      Eliminar