Atalhos de Campo


16.6.15

Empatia

A Benevolência parece-se com uma disposição amigável,
mas não será certamente amizade. Pois, pode haver 
benevolência relativamente a desconhecidos e ela pode
passar-nos despercebida mesmo sendo nós o seu objecto.
Aristóteles/Ética a Nicómaco


Por estes dias sinto-me presa à empatia. A empatia pode ser silenciosa, aprecio-te mas não me comprometo a dizê-lo. Assim sinto-me livre. Inventei então uma palavra para isso, empatar. Quando escrevo sorriso :), querido/a, beijinhos, abraços, sinto que não é bem isso, ainda, mas acredito que isso vai vindo com o tempo, até se encaixar no lugar certo. Confio muito no tempo, o tempo dilatou-me o olhar e a alma, peneirou-me o amor por finas camadas, em mil novecentos e...lembro-me bem das camadas de amor, de amizade, de paixão, datas, dias, segundos. Até que descobri um sentimento novo. Comecei a sentir empatia. O amor está no lugar certo, em pequenas ilhas do passado, engrandecido pela saudade, consumado pela partilha, filtrado pela distância, esgotado pela dádiva. E quando alguém, que eu mal conheço, me sorri, fico agradecida e compreendo, perco o medo e também sorrio, se me chamam querida, vou buscar um querida um bocado amarrotado ao fundo da gaveta, dou-lhe uma sacudidela e retribuo, se me abraçam deixo-me ir, porque acredito que só quem nos quer bem pode abraçar-nos, e se me mandam beijinhos, é porque também sentem empatia, como eu, que para empatar, retribuo. Empatar é bom.    

6 comentários:

  1. Querida Teresa Borges do Canto,
    Venho dar-lhe um abraço.
    Boa noite,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
  2. "Empatar" é bom e tem magnetismo.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...e sem magnetismo a vida é completamente baça.

      Abraço também

      Eliminar
  3. Gosto de "empatar". Para mim, é uma clareira na qual surge um sentimento, um sussurrar, uma palavra pressentida. Em suma, aquilo que confere sentido ao nosso determinismo biológico.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Sem dúvida, aquilo que é bom escutarmos dentro de nós com atenção, porque é um som de vida.
      Um som humano.

      Um beijinho

      Eliminar