Atalhos de Campo


16.5.15

Lençol de linho com bordado haiku

























Lavam mulheres
sobre linho curvadas
livros antigos.

As ervas crescem:
em tanques esquecidos,
abrem postigos.

Morrem pecados,
desvelos confessados
com alvo sabão.


























De tempos idos
lençóis imaculados
guardados estão.

Nos adereços
brocados, fragmentos, e
sonhos perdidos.















Sem comentários:

Enviar um comentário