Atalhos de Campo


26.5.15

desapontamento

Nunca fui de debates, entediam-me as reuniões, aquele zum-zum da televisão enerva-me; fugi para longe disso tudo. Seria incapaz de viver na vila, mas gosto muito de estar aqui, no meio dos animais e do silêncio. Se o mundo dependesse de mim seria um desastre, sou tímida, pouco interventiva, detesto burocracias, desconfio de organizações. Mas sou e sempre fui bastante firme naquilo em que acredito; não gosto de púlpitos, discursos, verborreias, grupos, mas sei agir quando é preciso, e nunca me sobrou muito tempo. Pressinto que se todos cumprissem a sua pequena parcela na luta contra a entropia, contrariando a segunda lei da termodinâmica, o trabalho produziria ordem e calor, e o calor aconchego, seria tudo mais equilibrado, e, quem sabe, mais justo. Talvez seja egoísta dizer que sinto que cumpri a minha parte e que ensinei quem devia, a cumprir.

Sem comentários:

Enviar um comentário