Atalhos de Campo


14.3.15

os louboutins e a enxada

Toda a gente sabe que os sapatos não são nada parecidos com os homens, nessa coisa da alma. Uma vez um sapateiro disse-me, foi a alma, precisa de uma alma nova; por momentos pensei que se estivesse a referir a mim mas não, era ao sapato, porque depois acrescentou, está pronto daqui a dois dias, e na verdade ficou como novo. O que eu não imaginava é que as enxadas também tivessem alma, e essa sim é parecida com a nossa, quando começa com problemas não há corpo que lhe valha, a terra não as respeita, os regos ficam mal feitos, os torrões rebolam-se a rir, as toupeiras fazem comícios, os canteiros acabam mal amanhados, os pulsos é que sofrem, e por fim lá lhes rezamos pela alma. Mas fiquei com uma dúvida impertinente, será que os sapatos são todos iguais, que os louboutins também partem a alma, ou são como certas mulheres, que venderam a alma ao criador? 

Sem comentários:

Enviar um comentário