Atalhos de Campo


27.3.15

memória. curta # 6

Péssimo, uma cosipadela, dizia a minha avó ao telefone, sobre a bainha da minha bata, quem terá feito aquilo, e eu a esperar para lhe dizer que tinha sido eu, que não culpasse ninguém. Na verdade sempre me entediou a caixa da costura (que eu mantinha criteriosamente arrumada), com as linhas de todas as cores, as agulhas de vários tamanhos, os alfinetes, um dedal, duas tesouras, uma fita métrica, tudo, tudo o que era preciso, rezando para não ter que a abrir. Mas sempre gostei de suturar, e as minhas suturas, contrariamente às minhas bainhas, sempre foram o meu orgulho.

Sem comentários:

Enviar um comentário