Atalhos de Campo


1.12.14

o anticiclone e a longevidade



Lembro-me de atravessar Lisboa a pé para assistir à *Música ao fim da Tarde* no São Luiz, quando a Nella Maissa tocava Bomtempo e toda a cidade se iluminava, o Anthímio de Azevedo desenhava céu limpo num mapa transparente, e Sousa Veloso nos oferecia um sorriso lavrado nos campos em pousio, aos domingos. Combinaram que em Novembro deste ano se encontravam todos para tomar um chá, nalgum café já desaparecido. 

2 comentários:

  1. Desaparecidos em missão. Se tudo correr bem, talvez ainda os reencontremos.
    (Bela idade a da Nella).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se eu passar dos 70, quero morrer aos 100 como a Nella. Não é incrível que tenha dado um concerto aos 94 anos, e já cega ?
      Claro que os vamos reencontrar; vai tudo correr bem, verá.
      Um abraço missionário


      Eliminar