Atalhos de Campo


5.11.14

As grandes promessas

(...)
Não acredito em famílias «felizes». Mas vi certas situações de harmonia, de concórdia entre humanos, em que cada um vivia um pouco, a despeito dos outros, para si... e, apesar disso, para os outros, para a família, mesmo que se litigassem entre eles como lobos. Família...É cá uma palavra! Sim, talvez que a família seja um dos objectivos da vida.

Sándor Márai/ A mulher certa

Mary
Aquele vestido de casamento ia dando cabo de mim e da costureira!(...)
Que contente eu estava! E que vaidosa!(...)
Onde estará o meu vestido de casamento? Tinha-o embrulhado em papel de seda no meu baú. Costumava pensar que teria uma filha e, quando ela fosse casar...(...)
Era feito de macio e brilhante cetim, orlado de preciosas rendas antigas, com rufos no pescoço e nas mangas, e nas pregas que iam até às costas.(...) e havia rendas no véu, com as flores de laranjeira. Como eu gostava daquele vestido! Era tão lindo!(...) Eu costumava ir buscá-lo às vezes, quando me sentia só, mas acabava sempre por chorar, até que há muito tempo...

Eugene O'Neill/ Jornada para a Noite

4 comentários:

  1. Dizia Tolstoy: As famílias felizes são todas iguais; cada uma das infelizes, é-o à sua própria maneira.

    Decerto tinha razão: percebia alguma coisa do assunto.

    Boa noite.

    ResponderEliminar
  2. Num post de 7/8/14, com o título *Pelos Cantos*, publiquei um pequeno trecho do livro de Maria Filomena Mónica, *Os Cantos*, em que ela se refere exactamente a essa ideia de Tolstoi, sobre o infortúnio de certas famílias.
    Boa noite, e obrigada.

    ResponderEliminar
  3. Sem relação directa (ou talvez tenha, de forma oculta) os inícios de vida de Tolstoy são ... peculiares ... pelos padrões actuais, como descobri há pouco tempo num ensaio de Cynthia Ozick

    "And over here—in the opposite panel—is Tolstoy at twenty-three: a dandy, a horseman, a soldier, a hunter, a tippler, a gambler, a wastrel, a frequenter of fashionable balls, a carouser among gypsies, a seducer of servant girls; an aristocrat immeasurably wealthy, inheritor of a far-flung estate, master of hundreds of serfs. Merely to settle a debt at cards, he thinks nothing of selling (together with livestock and a parcel of land) several scores of serfs."

    Homem, portanto, para ter tornado muitas famílias infelizes. Incluindo a sua própria. Uma revelação.

    ResponderEliminar
  4. O mais pequeno felino é sempre uma obra de arte, dizia Da Vinci, o mais pequeno homem é sempre uma revelação...

    ResponderEliminar