Atalhos de Campo


29.10.14

das visualizações

Quando Veronesi escreveu *Caos Calmo*,(publicado em 2008), a certa altura Pietro Paladini, o personagem principal e narrador, (interpretado no filme homónimo, por Nanni Moretti),  digitava várias palavras no Google, e copiava os resultados para um bloco, como eu fiz hoje, (apenas para alguns valores), comparando com os dele:

Devil:  30 400 000, agora:   289 000 000
God:    63 900 000, agora: 1 590 000 000
Death: 115 000 000, agora: 1 650 000 000
Sex:   183 000 000, agora: 1 830 000 000 

De maneira tosca, poderíamos à partida concluir que, de há seis anos para cá, os internautas (portugueses) estão menos do que 10 vezes mais, interessados no diabo, quase vinte e cinco vezes mais, interessados em Deus, mais  do que catorze vezes mais que em 2008, interessados na morte, e nestes seis anos, apenas dez vezes mais, interessados em sexo. E vale o que vale. 

2 comentários:

  1. Interessante análise, mas que deverá ter em conta se a pesquisa é feita em modo anónimo (para não influenciar o conjunto de resultados) e o motor de pesquisa (Google.com ou Google.pt).

    Deixo aqui o endereço das Google Trends, que mostra alguns resultados agregados por tópico, ano ou país:
    http://www.google.com/trends/topcharts#geo&date=2013

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perguntaste-me ao telefone, (de tão longe que até parecia perto), qual era o elemento mais pesquisado no Google. Foi uma espécie de jogo, para veres como eu me desembaraçava com esses top trends. Eu respondi-te que era a água, depois o ar, e é claro que errei, mas eis que se me fez luz, o ouro, pois claro, primeiro o ouro.

      Eliminar