Atalhos de Campo


25.9.14

Quando alguns homens choram



Jonas Kaufmann, aos 40 anos, interpretando D. José
com a melhor voz de tenor/barítono da actualidade,
há cinco anos como em 1875, como agora, um desgosto
de amor, chorando a sua Carmen; Brel em Ne me quitte
pas, chorava em 1959 a perda de Suzanne Gabriello,
numa das mais belas canções de sempre;
Stromae(Paul van Haver), talvez chorando a ruptura com 
a modelo Tatiana Silva  em 2012, canta Formidable, a si-
mular uma ressaca de amor junto à estação de metro Louise/
Louiza, em Bruxelas; Paul Éluard com a morte inesperada
de Nusch em 1946, escreve O Tempo Transborda.
Stromae parece que compôs Formidable inspirado por
L'Ivrogne de Jacques Brel, que admira, sabe hoje
aos 29 anos tal como Bizet em 1875, que « o amor
é um pássaro rebelde », uma das suas árias preferidas
da Carmen. Bizet morre sem assistir ao sucesso de
Carmen, mas Stromae tem mais de 91 milhões de visualiza-
ções do seu video clip, "Formidable".
Quando alguns homens choram, o tempo transborda.