Atalhos de Campo


23.9.14

Cronos e Kairos

A sabedoria grega(que a todos, de uma maneira ou de outra, nos forma) representa a experiência do tempo pelo mito de Cronos, esse deus implacável que come os próprios filhos! E muitas vezes é essa experiência de desgaste, de devoração, essa experiência inexorável de perda, que fazemos. Nas nossas vidas deixou de haver espaço para o presente, porque sentimos o tempo como uma deglutição infinita onde estamos colocados. Verdadeiramente só nos apercebemos do tempo quando ele passou, tal como nos apercebemos do que são as coisas quando elas já não são. Mas mesmo os gregos consideravam que o "cronos" não esgota todas as possibilidades do tempo, pois empregavam a par dessa, uma outra designação:"kairos", isto é, o tempo como oportunidade. Penso que a nossa vida está muito entre as duas categorias: o "cronos", esse tempo que nos devora, e o "kairos", esse tempo interno que nos diz: é agora, pode ser agora; é aqui, pode ser aqui.

José Tolentino Mendonça/Expresso Revista 28/12/13