Atalhos de Campo


31.8.14

Puro

Esta palavra não é um conceito, nem um defeito, nem um vício, nem uma qualidade. É uma palavra da solidão. É  uma palavra só, sim, é isso, uma palavra muito curta, monossilábica(em francês, pur) . Só. É, sem dúvida, a palavra mais «pura», junto da qual e depois da qual as equivalências se apagam por si e passam a estar, para sempre, deslocadas, desorientadas, flutuantes.

Esqueço-me de dizer: é uma das palavras sagradas de todas as sociedades, de todas as línguas, de todas as responsabilidades. No mundo inteiro é assim que as coisas se passam com essa palavra.

Marguerite Duras/O Número Puro