Atalhos de Campo


29.5.14

Tradição

Vivemos entre estatísticas alarmantes sobre a decadência dos livros e exortações enfáticas à leitura, destinadas quase sempre aos mais jovens. Devemos ler para nos abrirmos ao mundo, para nos tornarmos mais humanos, para aprendermos o desconhecido, para aumentarmos o nosso espírito crítico, para não nos deixarmos estupidificar pela televisão, para nos distinguirmos melhor dos chimpanzés, que são tão parecidos connosco.
Fernando Savater/O meu dicionário Filosófico