Atalhos de Campo


12.5.14

Pregando aos peixes

« Todos a trabalhar toda a vida, ou na roça, ou na cana, ou no engenho, ou no tabacal; e este trabalho de toda vida, quem o leva? Não o levam os coches, nem as liteiras, nem os cavalos, nem
os escudeiros, nem os pagens, nem os lacaios, nem as tapeçarias, nem as pinturas nem as baixelas, nem as jóias. Pois em que se vai e despende toda a vida? No triste farrapo com que saem à rua, e para isso se matam todo o ano! »
Padre António Vieira 
Carpas koi